quinta-feira, 18 de março de 2010

O SANTO DAIME

Na semana que passou todos ficamos chocados com a violência que tirou a vida do Glauco. Além de cartunista ele era também padrinho fundador da Igreja Céu de Maria, que recebia até 400 visitantes aos finais de semana. A igreja é da doutrina do Santo Daime, então vamos saber um pouco mais sobre isso?

por Nancy Almeida
O Santo Daime surgiu no Acre na década de 30. O fundador da doutrina foi Raimundo Irineu Serra (1892-1971), ou Mestre Irineu como ficou conhecido. Não há como ter certeza sobre a certos contos ligados a ele, a maioria desses conhecimentos veio no "Boca em Boca” de seus seguidores.

Mestre Irineu foi apresentado a um Xamã Peruano chamado Pisango que lhe mostrou um chá de nome Ayauasca. Mestre Irineu participou da sessão e ao tomar a bebida, teve uma sensação estranha e viu um enorme clarão. Certo adepto invocou o nome do demônio só para ganhar dinheiro, mas ao invés do Mestre Irineu ver o tal demônio, começou a ver uma cruz cristã de várias maneiras. Ali, ele se deu conta que a bebida o conectava com Deus e que aquele trabalho deveria ser divulgado para a conexão divina e não para ganhar dinheiro.

Em outra de suas "Mirassões" (nome dado a viagem astral que é feita quando se toma o Daime), Mestre Irineu teve a visão mais importante de toda a sua vida. Dentro da Lua apareceu uma bela senhora sentada em um trono dizendo que ele foi escolhido para uma missão importante, mas que deveria se alimentar só de mandioca cozida sem sal, que não podia beber álcool, nem praticar sexo. Após ter feito o que lhe foi mandado, a visão se apresentou como Rainha da Floresta no qual Mestre Irineu identificou como Nossa Senhora da Conceição, a padroeira da Doutrina Santo Daime. Ela então lhe entregou o Império de JURAMIDAN (JURA = Deus e MIDAN = Filho). Foi assim que, em 1930, se fundou a Doutrina e Raimundo Irineu Serra se tornou MESTRE.
A Ayahuasca é feita e de uma folha (Rainha ou Chacrona) e de um cipó (jagube). O preparo requer um certo ritual, que deve ser feito com zelo e responsabilidade, pois nem todos tem a capacidade para lidar com a tal bebida. Então nem pense em fazer isso em casa, pelo amor de Zeus, heim!!!

O propósito do Santo Daime, na concepção do Mestre Irineu, era curar várias doenças através das garrafadas que a Rainha da Floresta lhe ensinou. Por essa razão, os seguidores da doutrina acreditam que a bebida possa fazer curas espirituais e físicas com os poderes das ervas junto dessa bebida.

Hinários: Doutrina cantada, hinos que em sua maioria vem de canalizações nas viagens astrais (Mirassões) durante o Santo daime. Já existem mais de 80 Hinos canalizados.

As igrejas do Santo Daime: Atualmente existem várias igrejas do Santo Daime espalhados pelo mundo. Em 2004, o CONAD (Comissão Nacional Anti-Drogas), reconheceu a legitimidade do uso religioso a Ayahuasca e a legalidade de sua prática, após dezoito anos de espera. Mesmo sendo uma bebida alucinógena, foi verificado que os rituais religiosos realizados com a bebida sacramental não trazem prejuízos a vida social e sim contribui para sua maior integração, sendo claros os benefícios pelos membros do grupo religioso e usuários.

"O Daime me trouxe muita disciplina, principalmente com meu trabalho de cartunista, do traço. Também relacionado à saúde, porque eu era muito exagerado, boêmio, e isso atrapalhava o meu dia a dia. O traço é uma coisa que você precisa estar harmonizado com você mesmo. Nesse sentido, senti uma evolução muito grande, no meu trabalho e em todos os aspectos da minha vida."
Glauco

4 comentários:

chumbinho disse...

adorei a materia, eu conhecia o Glauco nas tirinhas da Folha, mas naum sabia nada sobre esse lance de Daime.

Fernanda disse...

Parabéns pela matéria, Nancy. É sempre bom esclarecer as pessoas a cerca deste assunto, pois ainda gera uma certa polêmica (infelizemente, conheço pessoas que acham que os rituais do Daime são desculpas para usarem drogas...).
Um beijo!

Eddie disse...

Muito legal a matéria! Parabéns, Nancy! Meus sentimentos profundos à família do Glauco. Foi uma perda irreparável.

Renata D. disse...

Adorei a matéria. É, sempre, bom que surjam pessoas de boa vontade prontas a esclarecer os equívocos que surgiram na mídia. Houve um certo apresentador, de uma certa emissora, que atribuiu à ingestão de Ayahuasca a causa que motivou o Carlos Eduardo a matar o Glauco e o Raoni. É uma pena que a mídia, em vez de informar, venha a confundir as pessoas. Lembrando-se que o uso dessa erva foi regularizado e é autorizado em rituais. Ou seja, a Lei permite, quem critica, como o fez o apresentador, deveria pesquisar e conhecer antes de soltar, no ar, o absurdo que ele soltou.
Mais uma vez, muito obrigada por ter postado esse artigo!