quinta-feira, 20 de setembro de 2012

OS MESTRES E VOCÊ


Por Victor Augusto de Souza e Fernando Coelho



Bem-Vindos Sejam!
O poder dos Mestres junto a presença de Deus em você te dá a possibilidade de modificar o seu "destino", quebrando grilhões kármicos e tendo uma vida mais livre. Porém, dentro da senda do autoconhecimento, você notará que muitas vezes o que achamos que queremos não é real para nossa alma. Você já desejou algo em demasia e quando conseguiu parece que perdeu a graça? Então, é o mesmo caso quando você deseja se livrar de algo aparentemente, porém, interiormente você não fez tal desapego.

Por falar em desapego, chegamos ao foco de orientação dos Mestres neste mês de setembro, para curarmos nossas feridas kármicas familiares, principalmente no quesito de fé, necessitamos libertar nossos corações de mágoas passadas. Perdoar não é esquecer o que passou, mas é não mais permitir que o passado determine seu presente.
Comece hoje a manifestar o poder que existe dentro de você, caso a vida esteja te dando uma lição difícil demais para ser carregada, sorria!
Se você entrar na vibração negativa as provas ficarão mais pesadas ainda, não aceite as circustâncias negativas. Você veio com um plano Divino para manifestar sobre a Terra, não pare em uma prova, prossiga, acredite, tenha esperança, pois, é ela que te levará até ao seu Self, ao seu próprio paraíso.


Desapegue-se de pesos passados, abra asas para ter uma vida plena e transmita essa gratidão a vida no seu dia-a-dia. Acredite, desta forma, você manifestará o amor da Divindade, trará milagres a sua vida e viverá tudo o que merece da melhor forma possível: Sendo Você Mesmo!

Confira a continuação da mensagem da Mestra Rowena.
Caso não tenho lido a primeira parte, não se acanhe. Clique AQUI e você será conduzido a mesma.




 Eu, como Mestra do Raio do sentimento, falo a vocês do amor, porque fui treinada a amar. E, todas as vezes que vocês se desiludem, compreendam, estão treinando para amar. Estão treinando para amar a Deus que está no homem não na irá lhes falhar. Falharão, sim, as personalidades, pois as personalidades são falíveis, completamente falíveis, assim como vocês também o são.
 Vocês não são confiáveis. Vocês não são eternos, e nem eternos são os sentimentos de amor humano, Nem os sentimentos dever ser encarados dessa forma.
 O único sentimento eterno é o sentimento do amor universal e desinteressado.
  Portanto treinem as suas emoções. Emocionem-se, deixem que as lagrimas venham, deixem que as mãos tornem trêmulas e que o coração, como uma manteiga, derreta-se.
 O treino de ser pai, de ser mãe, de ser irmão, de ser amigo, de ser amante, nesse mundo que vocês vivem, nada mais é do que treinar as suas emoções. Vocês estão treinando se emocionar sendo pais, sendo filhos, sendo amantes, sendo amigos. Vocês estão treinando sentir para que o sentimento maior desabroche em vocês. Para que o sentimento de devoção seja criado em vocês.
O amor devocional, o amor ao ser vivente, o amor a Deus, que um dia pisou a terra. O amor a Deus que pisa na terra, neste momento, é a forma de sentir que liberta.

 E quando a Chama Trina e a presença do “EU SOU” se levanta, em cada amanhecer ou entardecer, só pode ser vista em sua grandeza por aquele que sente.
 Só pode ser sentida por aquele que vibra o amor, por aquele que perdoa, que, por isso, compreende, e que, por isso, aceita.
Não queremos mais ouvi-los balbuciar “EU SOU O QUE EU SOU”, enquanto nós sentirmos no coração de você que vocês mão são nada além de joguetes egoístas da sua própria vontade.
 Ser o que são é ser Deus. Deus com fé, Deus com amor, Deus com vontade. Deus com sabedoria. Por enquanto, meus filhos, sejam amorosos, sejam bons amigos, sejam bons filhos, sejam bons pais, sejam bons irmãos.
 Nós somos chamados de Mestres da Fraternidade Branca, porque somos uma fraternidade, porque somos irmãos. E é isso que eu venho lhes pedir, em nome da Chama do amor.
 Eu Rowena, venho lhes pedir: treinem a irmandade. Lembrem-se de quando eram crianças, das brigas que poderiam ter sido evitadas, dos desamores que poderiam ter sido poupados de suas vidas. E compreendam que essa infantilidade não amadureceu e não cresceu como vocês imaginam para libertá-los.
 O corpo emocional, o corpo dos sentimentos de cada um de vocês, ainda engatinha como bebês. Portanto, trabalhem-se. Trabalhem a capacidade de amar. Trabalhem na Chama Rosa, pedindo que o amor venha a vocês e brote em seus corações.
 Amar a Deus, amar a divindade, é uma forma extremamente fácil de criar essa semente no coração, e fazer com que ela cresça, se expanda e floresça. Por isso, as orações. Por isso, os Mantras. Por isso, a meditação. Por isso, a caridade. Por isso, todas as atividades que desejamos sejam gratuitas, para que todas as pessoas tenham a oportunidade de amar e desenvolver a sua arte de amor.
 Deixo aqui o meu toque no coração de cada um de vocês.
Que a Chama Rosa os abençoe, e, todas às vezes que assistirem a um pôr do sol, vejam ali a Presença Eu Sou, realmente sendo. E, quando numa próxima vez, ousarem repetir esse Mantra “Eu Sou O Que Eu Sou”, sejam de amor”

Que a verdade possa te banhar neste novo dia que se inicia.Que os Mestres estejam junto ao seu coração.
Shalom!


Nenhum comentário: