quinta-feira, 18 de outubro de 2012

RESENHA - Magias para Seduzir


Por Sandrini
 
Magias para Seduzir – Stacey Demarco

       Mais um dos incontáveis livros que vieram da Bienal esse ano, não lembro quando comecei a ler, mas terminei ainda há pouco; e aproveitando que ainda está tudo quentinho, vim pra cá.

       Bem, posso começar reclamando? Gente, o livro é CHEIO de erros ortográficos e de sentido gramatical. Ou foi traduzido errado, ou já escrito assim. Além dos diversos “ntãovo cê faza ssim”, e dos “então me dê para mim agora de nesse instante.” Ou seja: além dos erros de português, ainda tem o sentido da frase que fica “alterado”, dando pouco a entender do que a autora está tentando explicar.

       Se mesmo assim você lê até o final, não se arrepende – muito. As partes teóricas são ótimas, enfatizando muito que, no jogo da sedução, você precisa de alguns segredos: autossuficiência, autoconhecimento, amor-próprio, etc., e tem-se muitos rituais no livro que nos ajudam nesses aspectos, indo desde saúde até rituais de “corte”, de superação de medos e de encontro com si próprio. Pois nada melhor que nos amarmos e nos aceitarmos como somos, não?

       O livro ainda dá dicas de escrever uma carta pessoal, tanto falando sobre você – deixando seu subconsciente falar – e dizendo todas as verdades sobre o que você espera de si mesmo; ou para escrever  como você quer que seja um relacionamento (curto, longo prazo; uma pessoa que goste de balada; alguém mais caseiro, etc).

       Da metade em diante, a autora aborda assuntos sobre fertilidade e fecundação, trazendo a importância de se ter um ciclo menstrual regulado, a relação dele com os ciclos lunares, a época fértil e tudo o mais. Mais pro final, ela fala sobre os métodos de conceber uma criança que não o natural, como a Fertilização in vitro e a Inseminação Intra Uterina. O que me assusta é que existem rituais para estes dois métodos.

Mas hein? É, o livro mostra feitiços que ajudam nestes dois métodos de fecundação. Isso me assusta. Quero dizer, que existe ritual e feitiço pra tudo nessa vida, isso existe; mas eu confesso que nunca pensei que até pra isso!

Enfim! Mostra celebrações e ritos para agraciar o bebê que vier ao mundo, coisa que eu dificilmente encontrei. O livro em si não é ruim; mas se você está buscando feitiços para beleza e glamouryng, veio ao lugar errado. Aqui, a coisa é bem mais teórica, dando práticas de outras relação amorosas e mostrando que a mudança tem de vir de dentro para fora. Achei que o livro não é indicado para todas as idades, independente de ser bruxo ou não, já que ele apresenta também coisas sobre o sexo e rituais para.


A autora dá várias opções de como realizar os ritos e meditações, solteiros ou com parceios, alcançando um maior numero de pessoas assim.

Não mostra muitas novidades, o que mais achei interessante foi a Stacey relatar os resultados que outras pessoas tiveram com os rituais apresentados. O que me intriga é ela ditar que eles devem ser feitos “vestido de céu e estrela” (skyclad).

Recomendo o livro, mas não como uma leitura base, mas sim algo para integrar o conhecimento já adquirido. Se você, que nunca leu outros livros do gênero, sendo mágicos ou autoajuda, não deveria começar por esse.

Um comentário:

Anônimo disse...

Acho interessante ler,pois te a bem novo horizontes o livro sendo mágico deserta uma curiosidade e um entusiamos. Podendo abri a porta pra um mundo de conhecimentos.
Obs :conhecimento é. Igual alegria,sempre é. Bem vindo e faz bem,os dois pode salvar uma vida