sábado, 27 de novembro de 2010

"Nossa paz deve ser uma paz de vitoriosos, não de derrotados." (Ferdinand Foch)


por Renato Rodrigues
Sabendo que os Lobos aqui do site são moradores do Rio, muita gente tem se preocupado e perguntado como andam as coisas. Vendo pela TV parece que o Rio virou mesmo o Iraque. Tem lá seus momentos "vietcongues", mas a cidade está reagindo, as pessoas estão voltando a sua rotina e pela primeira vez a esperança de dias menos opressores toma conta das ruas. Chega de abraçar a Lagoa e caminhar na Orla pedindo paz.

O cidadão carioca não aguentava mais ser refém de traficantes pés de chinelo. Todos querem ver esses e muitos outros bandidos de gravata e diploma na parede mofando dentro de uma cela e o bom policial só precisava de uma chance pra mostrar que pode atropelar essa corja.

Carioca: Demonstre seu apoio neste momento de "Ou vai ou racha". Ligue para o Disque Denúncia (2253-1177) se souber de algo que possa ajudar; doe sangue para repor o estoque dos hospitais; PARE DE FUMAR E CHEIRAR; acolha algum parente que more nas áreas sitiadas. E por favor, não venha defender os coitadinhos que se desviaram para o crime... Direitos Humanos são para humanos, não para monstros que colocam fogo em veículos com gente dentro.

Lobo torcendo aqui direto das trincheiras para que a ordem vença a barbárie e na certeza de que o Rio de Janeiro continua lindo.

7 comentários:

helder mzl disse...

renato...texto perfeito!(adorei)
-eu acredito sim que as coisas vão muda pra melhor(não só ai no rio,como aqui em sampa tambem!)
-realmente essa e a hora do vai ou racha.
-eu acredito que a justiça irá fazer seu papel levando bandidos para onde eles merecem ir.

Ricky Nobre disse...

Esta ação no complexo do alemão é apenas o começo. Achar que só UPP era solução levou aos ataques desta semana. O que está sendo feito é o trabalho EXTREMAMENTE difícil de ocupar aquele complexo que é o segundo mais difícil do Rio. Depois dele, só a Rocinha, que, se nosso digníssimo governador recém eleito tiver vergonha na cara, será a próxima e urgente prioridade. Este trabalho de tomar todas as favelas ocupadas por facções criminosas é imprescindível e não pode se ater somente ao município do Rio, pois diversas cidades da Baixada já estão sentindo os efeitos da total omissão do Estado nessas regiões. Policiamento nas ruas também é urgente, pois assaltos e sequestros são a saída dos bandidos sem condições de vender drogas.

A ação conjunta das policias civil e militar e das forças armadas está irrepreensível. Tudo sendo feito DENTRO DA LEI, sem abusos, com inteligência e rapidez. Todas as mortes foram em confrontos diretos e inevitáveis com traficantes, e os tristes casos de balas perdidas foram inivitáveis, e não fruto da incompetência policial.

Vontade política é tudo nessa questão. Sergio Cabral sairá extremamente fortalecido deste episódio e é bom a população se manter atenta e cobrar todas as providências posteriores, a saber:

1 - TOMAR A ROCINHA.

2 - TOMAR AS DEMAIS FAVELAS DO ESTADO, SEJAM NA BAIXADA OU NA REGIÃO DOS LAGOS.

3 - INVESTIR PESADAMENTE NAS ÁREAS RETOMADAS, PARA QUE MORADORES TENHAM NÃO APENAS SEGURANÇA, MAS CONDIÇÕES DE VIDA DECENTE, DE FORMA QUE A CRIMINALIDADE JAMAIS SEJA UMA OPÇÃO PARA A POPULAÇÃO CARENTE.

Quem viu Tropa de Elite 2 sabe que o buraco é muuuuuiiiito mais embaixo. Mas o que está acontecendo atualmente é um momento importante que deve ser levado adiante, e não abandonado após a primeira etapa.

Patrícia Balan disse...

Ai, meu amado. Só você para ser a voz da razão. Por uma infelicidade do destino passei o dia inteiro ouvindo que essa operação não é um início, mas uma FARSA, e que o Bope está entrando na casa das pessoas para ROUBAR, e que essa história de gente aplaudindo é invenção da GLOBO! O carioca está em PÂNICO e mais inseguro que NUNCA...

Um artigo do autor de "A Elite da Tropa" (I E II)Luís Eduardo Soares - Olha o link:

http://luizeduardosoares.blogspot.com/2010/11/crise-no-rio-e-o-pastiche-midiatico.html?spref=fb

- dá praticamente um esporro em quem está comemorando a operação, dizendo justamente isso: o buraco é mais embaixo.

Pombas! Alguém já viu traficante levar piau sem que a população leve bala perdida? Cadê os carros pegando fogo em represália e os protestos nas outras favelas?

NÃO TEM O QUE RECLAMAR DESSA OPERAÇÃO.

Viu porque o Capitão Nascimento queria o Matias prestando atenção na aula?

Estratégia.
Do Grego strateegia
No Inglês strategy
Em Francês stratégie

...por favor, derrotistas de plantão, segurem essa granada sem pino, faz favor.

Eddie disse...

E casei com um homem sábio! Não aguentava mais viver num lugar onde o medo manda, especialmente porque eu não cedo para o medo e acho que ninguém deva ceder. É hora de retomarmos o comando da cidade e banir esse poder paralelo. Mas o Ricky tem razão. É preciso, além de estabelecer a ordem, mantê-la a todo custo e cuidar do resto do estado, que está sofrendo com a bandidagem desbaratada. Não sou a favor de apoiar demais as favelas, porque assim elas crescem. Acho que as favelas devem diminuir e acabar, sim, e todos deveriam ter uma vida digna, mesmo que não seja com vista para a praia e a cinco minutos do centro. Morar longe não mata ninguém e os lobos da Alcatéia sabem muito bem disso!

Nanael Soubaim disse...

Sim, sábio o bastante para ter se casado contigo e beber um pouco da tua fonte.
Guardadas as devidas proporções, inclusive no tamanho, Goiânia não está muito diferente. Como aí, por cá também há os grupos dos intelectuais-de-citações que acham lindo os barracos tomarem o lugar da vegetação nos morros, mas casas legalizadas e bem construídas não, jamais. Já trabalhei de porteiro e vigia noturno em colégio público barra-pesada, e minha cabeça já esteve à prêmio. Sabe o que aconteceu? Ganhei pouco. Salvo esta, nenhuma atrocidade me foi imposta. Juntando esta à minha experiência de monitor de alarmes, digo sem pestanejar que o medo no Brasil é maior do que o perigo, o problema é que o medo dá muito lucro e os patrocinadores (também já trabalhei com mídia) gostam de dar pitacos na pauta do jornalismo, que em Goiás é tremendamente provinciano. Mais do que no Sudeste. A pergunta agora é, vão ficar só nisto ou haverá desestímulo oficial ao consumo recreativo de entorpecentes ilegais? Pensem de mim o que quiserem, os marxistas de boutique, mas sem demanda não há fornecedores. O sujeito que compra um motor sabidamente roubado, é co-autor do assassinato do caminhoneiro. Com drogas não é diferente.

Ricky Nobre disse...

Pois é, Pati. A Globo está SIM manipulando os acontecimentos. Não tanto quanto está se aproveitando deles, mas está. Por quê? Como nosso amigo Nanael disse, a mídia lucra com isso. A Globo apoiou pesadamente a candidatura do Cabral e agora está cobrando o favor, tendo a preferência em TODAS as declarações e pronunciamentos oficiais. Todos os comandantes da operação no Alemão e Vila Cruzeiro deram exclusividade à Globo, enquanto jornalistas da Record, SBT e Band mal conseguiam chegar perto. Em contra partida, rigorosamente nenhum cidadão entrevistado na rua dava qualquer insinuação de que estavam apreensivos ou qualquer espécie de crítica à omissão do Estado naquela área, que levou a esses acontecimentos. Era triste ver a Record atacando a polícia, mesmo tendo acertado tanto nessa operação. Enquanto a Globo mostrava a fuga dos traficantes para o Alemão como uma grande vitória, a Record mostrava a mesma imagem e chamava de incompetência policial. A Record só parou de fazer isso quando percebeu o massiço apoio popular às forças de ocupação e viu que ia acabar perdendo sua pouca audiência na cobertura das operações.

NÃO EXISTE MÍDIA SÉRIA E IMPARCIAL NO BRASIL.

Enquanto as organizações Globo, Folha de São Paulo e Veja faziam campanha para Serra, inclusive INVENTANDO fatos, o jornal O Dia mostrava (e ainda mostra) o governo Lula como se fosse a coisa mais maravilhosa que aconteceu com a humanidade desde a vinda de Jesus!

Ao formarmos nossa opinião sobre a tomada dos complexos da Vila Cruzeiro e Alemão, precisamos também ter um olhar crítico e criterioso sobre COMO esses eventos chegam até nós.

Eu até acredito que alguns moradores tenham sido roubados durante as buscas por traficantes. Mas com 2600 homens na operação, é demais imaginas uns 20 ou 30 escrotos que sejam ladrões? Se for só isso tá até bom demais.

Considero a operação um sucesso fantástico, mas é ingênuo imaginar que muita lama ainda vai ser cavada desses eventos, o suficiente pra dar um belo roteiro de Tropa de Elite 3! [nerd mode on] Afinal, um filme desses, se não for trilogia, não tem graça! [nerd mode off]

Patrícia Balan disse...

Nerd mode off. Nerd mode off. Nerd mode oooofff!!!! Pô, como é que você pode desligar o seu e o meu não funciona?!

Eu não sei se sou otimista demais ou ingênua demais. Hoje os jornais já mostram moradores reclamando da destruição de suas moradias pela proximidade do helicóptero da polícia. O que tem de analista político repassando essa matéria é um absurdo - e eu vejo, sim, um tom de comemoração pelo lado podre da operação estar aparecendo. Um tipo de festa por nada ter realmente melhorado.
Desculpem... Desculpem, mas eu não consigo ver o lado podre nisso! É como instalar a suíte CS5 da Adobe no computador do Renato e reclamar que o sistema dele morreu de infarto! [Nerd mode off! Droga!!!]
É como botar você para carregar uma geladeira até o nono andar de um prédio! O troço foi feito sem estrutura para aguentar nem uma brisa, quanto mais um helicóptero perto!
E mesmo sem estrutura para carregar geladeira escada acima você ainda é um lindo e eu te amo!