quarta-feira, 9 de novembro de 2011

BRIGA DE VAMPIROS

por Eddie Van Feu
(Que não sabe assinar matéria então o Renato tem que entrar aqui e botar o nome dela)

Anne Rice modernizou o conceito de vampiros com seus livros e filmes e hoje vê Stephenie Meyer fazendo a mesma coisa com a saga Crepúsculo. Em um recente artigo estudantil chamado “Os Vampiros Deveriam Brilhar?” do jornal da Universidade de Dakota do Norte, Rice deu umas declarações que irritaram os fãs de Crepúsculo. Segundo ela, seus personagens “sentem pena de vampiros que brilham no sol. Em seu facebook, Anne Rice ainda apimentou as declarações, dizendo que seus vampiros Louis e Lestat “nunca machucariam imortais que optam por passar a eternidade indo a escola rotineiramente em uma cidadezinha – não mais do que machucariam deficientes físicos e mentais“. E completou com “Meus vampiros possuem força de caráter. Eles podem ser misericordiosos”.


As declarações causaram bafafá entre os leitores de Meyer e Rice foi solicitada a prestar esclarecimentos. Sobre isso, ela escreveu: “Há muito espaço para um pouco de humor ao falar sobre as várias interpretações”.
Depois deste incidente, Rice comentou que Lestat (interpretado por Tom Cruise no cinema em Entrevista com o Vampiro, a película que teve tantas estrelas que certamente brilha mais no sol do que qualquer vampiro de Meyer) “tem assistido a cada episódio de True Blood”. Ela também declarou: “Eu amo muito os vampiros dos novos autores, não há dúvida disso. Eu tenho elogios não qualificados pela originalidade de Charlaine Harris e pelo sucesso de Stephenie Meyer. Isso é divertido, pessoal, todos estes novos vampiros vagando pelo mundo de fantasia. E um pouco de humor sobre isso não é ruim”.



Stephenie Meyer é polêmica por não assumir suas fontes e insistir que tudo foi obra de um sonho, quando as referências em suas obras são claras. Ela também já coi criticada por outros escritores de peso, como Stephen King, que disse: “Stephenie Meyer escreve nada que valha a pena. Ela não é muito boa”.
Independente disso, Stephenie Meyer tem milhares de fãs e, como Paulo Coelho, atraiu milhares de novos leitores para o mundo da leitura, sendo uma das autoras que mais consegue mobilizar fãs atualmente. Semana que vem, as telas do cinema recebem um dos dois últimos filmes da saga Crepúsculo (um no dia 18 de novembro de 2011 e o outro no dia 16 de novembro de 2012).

Fonte: www.sobrelivros.com.br



Lembrete!

E atenção para nossos últimos encontros literários do ano em POA: amanhã, dia 10 de novembro, temos um encontro no estande da Katy Distribuidora às 15 horas pra quem não conseguiu encarar a fila de três horas no dia 2. Mais tarde, às 18:30, temos um encontro de blogueiros e leitores do Skoob na Saraiva do Shopping Praia de Belas, de onde seguiremos para jantar na Praça de Alimentação. No dia 14 de novembro, segunda-feira, nos encontramos às 17:30 na Sírius (Rua da República, 304) para um coquetel entre amigos. Todos os eventos são gratuitos! Para acessar a programação completa, clique aqui! Aliás, só quero deixar bem claro para os fás de Crepúsculo que EU GOSTO DE CREPÚSCULO! Só acho que isso não deveria excluir meu senso de humor.

6 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente com Anne Rice. Acho até ridículo comparar seus vampiros de grande personalidade com os vampiros adolescentes de Meyer.

Ana CarolinaPaiva dos Santos disse...

Cada um na sua tribo!!! Mas de fato eu aprecio muito mais os vampiros "clássicos".Mas os vampiros atuais tem mais opções! Ah,se o vampiro-Pitt me engravidasse!!!

Aibell disse...

Que lindo a Anne Rice sambando na cara da Mórmon Maluca! Fez meu dia feliz. S2

Sandrini disse...

Concordo com a Ana Carolina, cada um tem sua tribo. Acho que o mundo é grande o suficiente e tem espaço para todas as opniões.


Mas acho ridículo esses vampiros que brilham ao Sol. O pior de tudo é que um deles conseguiu ENGRAVIDAR UMA HUMANA. OH GOODNESS!
Vampiros não tem vida. Eles não conseguem transar. Não tem sangue pra levantar nada! Humanos para eles são comida, e ponto final. Se eles não querem te comer, quebram seu pescoço e pronto.
Pelo menos os lobisomens de Crepúsculo são bonitos *-* só enquanto lobos XD

Anônimo disse...

O problema é que os vampiros da Anne Rice foram feitos para serem vampiros enquanto que os vampiros da Stephenie Meyer foram feitos para serem encantadores de garotinhas e acabam lembrando mais príncipes encantados de contos de fadas. Por isso continuo preferindo os vampiros clássicos com estilo europeu. Como disse antes eles tem muito mais personalidade. Agora, o que disseram sobre espaço para todos, isso é verdade, já que tem gosto para tudo também. Isso é até bom, pois permite que os autores se esforcem para se tornarem melhores e não ficarem preguiçosos, e assim não permitir que seus contos fiquem repetitivos.

Nanael Soubaim disse...

Faltaram dois vampiros icônicos da minha juventude, o Bento Carneiro e o Quacula.