quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

BELO MONTE: Estudantes e VEJA Versus Ecologistas e Artistas

por Eddie Van Feu

Gostaria de saber o que você acha? Poste um comentário e vamos discutir! Tem um vídeo de estudantes de Brasília confrontando este, mas me recuso a promovê-lo. Procure no You Tube.

6 comentários:

Anônimo disse...

Querida Eddie,

A princípio,sou a favor da construção da hidrelétrica. Realmente, foram feitos inúmeros estudos para que o impacto ambiental fosse o menor possível. Acho muito fácil e cômodo ser contra a construção de Belo Monte, quando se protesta confortavelmente de apartamentos com ar condicionado, internet, chuveiro quente. Tem muita gente no Brasil que não tem o mínimo de conforto e dignidade. Isso não é pensar com igualdade. Já está na hora do Brasil deixar de ser o país do futuro, isso deve interessar a muita gente, mas não aos brasileiros. Penso que melhor que tentar vetar a instalação da usina seria fiscalizar para que o plano de impacto ambiental controlado seja respeitado. Mas é claro que isso daria muito mais trabalho. A informação é sempre a melhor arma contra posições radicais. As unanimidades costumam ser burras.
Essa é a minha honesta opinião.
Um grande abraço a todos e que o debate seja um debate de alto nível.
Cristiane/SP

"Posso não concordar com uma palavra do que dizes. Mas defenderei até a morte o direito de dizê-las." - Rousseau

Marcelo Willian disse...

Eddie,primeiro,que o video dos estudantes não é de Brasilia, e sim da UNICAMP...pelo menos,é o que eles dizem...
Segundo,que há muita coisa envolvida nesta história de Belo Monte, e o fator energético NÃO É UMA DELAS!.O anonimo que comentou seu vídeo deveria ler um documento feito por especialistas a respeito, ou procurar saber o pq o Ministério Público está lutando contra a construção dessa usina,que somente beneficiara a família sarney, as empreiteiras,e alguns políticos...

Eddie disse...

Cristiane, obrigada pela clareza ao se comunicar. Vale lembrar que as pessoas que são a favor da construção da Usina de Belo Monte também vivem em seus apartamentos com ar condicionado central, internet e chuveiro quente. Falar dos pobres do Brasil que não têm conforto, coitados, é inócuo. Ninguém está falando para não fazer a hidrelétrica, mas TEM QUE SER LÁ??? Tem que desmatar quase 600km de florestas? Tem que eliminar a última espécie de golfinho de água doce? Tem que eliminar para todo o sempre três espécies de animais? Sinceramente, é muito fácil ser a favor de Belo Monte sem pesquisar mais a fundo. Siga o dinheiro! Vai direto pras mãos da família Sarney e do governo, claro. Pra mim, esta destruição é injustificável. Há outros lugares, há outros meios de gerar energia, há outras opções. Nenhuma dá tanto dinheiro pra família Sarnei, lógico.

Patrícia Balan disse...

Quanto mais eu me informo, menos acredito na sustentabilidade. Não dá para desenvolver uma cidade, construir shoppings, centros médicos, sistema de esgoto e centros urbanos em geral e conviver com a natureza. Se a população de Altamira crescer, vai comer floresta e pronto! Galera que vive no Pará (ou em outros estados), que luta para transformar áreas indígenas em áreas de pecuária e agricultura, eu lamento muito, mas é contra vocês que os ambientalistas precisam lutar. O MUNDO PRECISA RESPIRAR. Comunidades indígenas vivem em harmonia com a natureza desde sempre - o resto do país quer um pedaço de terra para "LIMPAR" e "TORNÁ-LO ÚTIL".
Se você não limpar a terra, os insetos, a flora e a fauna vão limpar você do lugar: malária, dengue, cobras venenosas, porco do mato, uma morcegada ou bactéria adormecida por lá vão acabar defendendo a floresta de você, se você não for mais forte que a floresta - o que tem sido o caso na maioria das vezes.
Dilma já meteu os peitos e começou a construir 14 - CATORZE - usinas na Amazônia, tudo justificado pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Todo mundo que tá mal vai ficar bem com calçada, esgoto, centro médico e educação. MESMO QUE O GOVERNO CUMPRISSE ESSA PROMESSA, COISA QUE NUNCA FEZ, isso tem um preço que o mundo inteiro vai ter que pagar. Infelizmente, a maior parte do mundo já detonou suas florestas. A gente pode detonar a nossa só de pirraça e mandar todo mundo lamber sabão. Só que vai sobrar para a gente também.

Franciele Cristina Freire disse...

Não entendo nada do assunto, mas encontrei um vídeo de um biólogo extremamente útil. Ele tem argumentos tão fortes e citações tão bem utilizadas, que me convenceu a vestir a camisa. Apenas uma campanha global pode parecer tão apelativa que fica difícil para alguns leigos se posicionar mediante a imagem que essa emissora passa (de manipuladora), por isso procurei alguém que sabe do que está falando (um profissional da área) e me surpreendi com a exatidão das informações.
O próprio fato de James Cameron ter sido contra a construção e ter feito uma campanha gigante no período "bum" de Avatar, me deixou pasma: como o povo brasileiro não sabia de nada? Esse assunto estava morto durante anos.
O biólogo fala sobre a devastação em geral(lá pelo final dos 21 minutos), demonstra antes alguns mapas que demonstram as áreas afetadas e fala sobre um político babaca (Aldo Rebelo), que comentou que as florestas não servem pra nada (um minuto de silêncio).


Vejam o vídeo ou eu vou falar demais, ele é riquíssimo. Meia hora bem gasta.

http://www.youtube.com/watch?v=xnitmB22JtQ&feature=related

Tsu disse...

Antes de deixar meu comentário propriamente dito, agredeço à Eddie por ter aberto uma discussão tão interessante!
Bem, eu estou espantado. E muito. Cara! Como assim derrubar "só" quinhentos e tantos km de mata?? Pessoal, isso AINDA é mata! Ainda tem vida lá, ainda tem árvores. E ainda tem gente. Sem contar que a cidade de ALtamira nem tem infrainstrutura pra receber os trabalhadores que migrarão pra construção. Em suma: a construção vai causar danos. Às vezes penso que o preço do progresso é alto demais.